14 de dez de 2011

GRANDE ESTILO


Secretaria fecha o ano de 2011 em grande estilo: encerramento da Caravana da Inclusão e Premiação

Emprego, educação inclusiva, reabilitação e acessibilidade em calçadas são os temas dos projetos vencedores do Prêmio Ações Inclusivas Edição 2011.
Peruibe, Santo Andre, S.J.Rio Preto, S.J.dos Campos e Capital (SP) foram os grandes vencedores de 2011
A Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência anunciou, em meio a um clima de muita alegria e emoção, o fechamento do calendário anual de suas ações em dois dos maiores eventos realizados pela Pasta, a Caravana da Inclusão, Acessibilidade e Cidadania, em sua segunda edição, e o Prêmio Ações Inclusivas para Pessoas com Deficiência - Edição 2011. Ambos aconteceram no final da tarde e início da noite de 12 de dezembro, segunda-feira, na sede da Secretaria, em São Paulo.
Estiveram presentes autoridades e personalidades como a Secretária de Estado e o Secretário Adjunto dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Doutora Linamara Rizzo Battistella e Marco Antonio Pellegrini, respectivamente, o Presidente da UVESP Sebastião Misiara, a Deputada Estadual Célia Leão, o Presidente do Conselho Estadual para Assuntos da Pessoa com Deficiência (CEAPcD), Wanderlei Marques de Assis, o secretário adjunto da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida, da capital, Antonino Grasso, e a prefeita de Lençóis Paulista, Bell Lorenzetti, entre outros.
A Secretária Doutora Linamara ressaltou sua alegria em finalizar o calendário de atividades da Secretaria, "foi uma alegria este ano, certamente em alguns momentos a gente para pra pensar e pensa como a vida vale a pena e este ano a vida valeu a pena em cada dia que passou. Valeu muito a pena".
A 2ª Caravana da Inclusão é parceria da Secretaria com a União dos Vereadores do Estado de São Paulo (Uvesp). Neste ano, percorreu dez regiões do Estado, promovendo palestras, debates e difundindo a cultura da inclusão e da acessibilidade no interior paulista.
Durante o encerramento da 2º Caravana da Inclusão foi apresentado vídeo sobre o evento com síntese que ocorreu ao longo deste ano. A emoção da Secretária Doutora Linamara foi um dos pontos marcantes da festa. "A gente termina a Caravana destacando como foi importante poder contar com a parceria de cada um dos senhores, como foi bom ver que ao invés de indignação nós tivemos também muita emoção. Certamente, os momentos de indignação foram muito menores que os momentos de emoção. São Paulo vem dando um exemplo concreto, ao país e até mesmo ao Exterior, de que é possível transformar a realidade das pessoas com deficiência, que hoje já são vistas como cidadãos produtivos e plenos de direitos."
Na ocasião, a Secretária Dra. Linamara recebeu a medalha comemorativa do Jubileu de Brilhante da Casa Militar do Gabinete do Governo, das mãos do Coronel PM e Secretário Chefe da Casa Militar, Ademir Gervasio. Essa homenagem é entregue para aquele que, por seus méritos e pelos serviços dignos de especial destaque prestados ao estado de São Paulo e ao seu povo, tenham de algum modo contribuído para engrandecimento da instituição e do espírito de liberdade e democracia. 
Na seqüência, os finalistas e vencedores do Prêmio Ações Inclusivas para Pessoas com Deficiência - Edição 2011 foram anunciados em clima de muita comemoração e alegria, com torcidas de várias cidades do interior paulista, que fizeram a animação e lotaram o auditório da Secretaria. O Prêmio tem como objetivo estimular a implementação de práticas inclusivas e aprimorar a gestão de políticas públicas, em especial na atuação com os municípios paulistas, com atenção voltada ao segmento das pessoas com deficiência, que soma mais de 9 milhões no Estado de São Paulo.
Participaram da seleção práticas inscritas por organizações públicas e privadas dos municípios paulistas no Observatório de Direitos da Pessoa com Deficiência durante o ano. Foram entregues certificados para 30 ações finalistas e dessas, foram premiadas as dez mais expressivas, segundo os critérios do Regulamento do Prêmio, sendo cinco governamentais e cinco não governamentais. (*confira ao final a lista dos finalistas e dos premiados)
Doutora Linamara ressaltou a importância de se premiar as ações do estado de São Paulo."Celebrar as premiações tem um significado imenso para nós porque ao premiar o parceiro da sociedade civil ou nosso colega da administração publica municipal, nós estamos escutando o eco do nosso trabalho, a garantia de que o conceito de proteção aos direitos humanos, de acesso aos bens e serviços da sociedade estão tendo uma reflexão, estão se cristalizando, estão virando uma realidade em todo o estado."

PREMIADOS

Emprego, educação inclusiva, reabilitação e acessibilidade em calçadas são os temas dos projetos vencedores do Prêmio Ações Inclusivas. As ações campeãs de 2011 são desenvolvidas na Capital e nas cidades de Peruíbe, Jaú, São José dos Campos e São José do Rio Preto.
Foram premiadas dez iniciativas - cinco governamentais e cinco não-governamentais - entre as 30 finalistas selecionadas. Participaram da seleção quase uma centena de organizações públicas e privadas do Estado de São Paulo. Uma Comissão de Seleção e uma Comissão de Jurados, com membros especialmente indicados pela Secretária Dra. Linamara, formados por profissionais, militantes e representantes de instituições de renomada atuação junto ao segmento das pessoas com deficiência, contribuíram de forma absolutamente significativa na avaliação de cada ação e apontamento das mais relevantes, segundo os critérios presentes no Regulamento do Prêmio.
Vencedor na categoria Ações Governamentais, o Programa de Atendimento em Itinerância do Setor de Educação Inclusiva da Rede Pública de Peruíbe promoveu melhor suporte aos professores das classes regulares para a efetiva implantação da educação inclusiva. Este apoio veio na maior oferta de recursos e materiais pedagógicos, mais tempo de contato entre o corpo docente e a equipe técnica de especialistas, na contratação de 90 estagiários para acompanhamento individualizado dos alunos e no atendimento integrado com os serviços de saúde.

Na mesma categoria foi premiado o programa Calçada Segura, da Prefeitura de São José dos Campos, que conscientiza moradores sobre a importância de tornar as calçadas acessíveis a todos. Técnicos visitam o local e explicam aos proprietários do imóvel os principais problemas detectados: inclinação, rachaduras, presença de raízes, entre outros obstáculos. O programa atende 2.400 pessoas/mês e já foram realizadas mais de 40 mil visitas.

Os outros finalistas foram o Grupo Asas (teatro inclusivo) da Prefeitura de Barueri; o Programa Municipal de Empregabilidade de Catanduva; e o projeto de Comunicação Inclusiva, que realiza atendimento em Libras a pacientes surdos do Hospital Mário Covas, em Santo André.
Na categoria Ações Não-Governamentais houve três vencedores. Em Jaú, o projeto Vida Iluminada oferece apoio pedagógico, aulas de reforço e atividades culturais a pessoas com deficiência visual, com objetivo de promover a inclusão educacional, social e no mercado de trabalho. Coordenado pela Associação Mulher Unimed de Jaú, atende atualmente 70 pessoas por mês, entre crianças, adolescentes e adultos.
Em São José do Rio Preto, a Associação Renascer mantém o projeto Oportunidades de A a Z, que propõe a capacitação e inclusão de pessoas com deficiência intelectual no trabalho formal, por meio de oficinas práticas de Secretariado, Informática, Padaria, Serigrafia e Atividades Básicas. Atualmente, há nove pessoas com deficiência intelectual inseridas no mercado de trabalho e há ainda 18 pessoas em atendimento.
Na Capital, também foi reconhecida a eficácia do Projeto Halliwick, atividade terapêutica na água que não visa exclusivamente à reabilitação física, mas devolver a autoconfiança à pessoa com deficiência. Os exercícios utilizam jogos, música e o atendimento é personalizado. No Brasil, o método é oferecido exclusivamente na Rede de Reabilitação Lucy Montoro, em São Paulo, e já beneficiou mais de 2 mil pessoas.
Os demais finalistas da categoria foram o Projeto de Inclusão Digital da Univem e APAE de Marília e o Projeto Ciranda, da Associação de Apoio à Criança com Deficiência Ortopédica de São José dos Campos.
Para coroar a festa houve apresentação da Camerata D'arcos, regida pelo maestro Paulo Cesar Paschoal, que apresentou canções clássicas que foram trilha sonora de filmes famosos, como "Por una Cabeza", de "Perfume de Mulher" e o tema de "O Poderoso Chefão", entre outros que fizeram a noite do dia 12/12 um momento inesquecível.
Durante todo o evento foram oferecidos recursos de acessibilidade como audiodescrição, estenotipia e intérprete de Libras.

HOMENAGEM

Durante a cerimônia, foi conferido o Prêmio "Personalidade do Ano" pela Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência às procuradoras do Ministério Público do Trabalho Adélia Augusto Domingues e Denise Lapolla de Paula Aguiar Andrade, pela atuação em defesa dos direitos das pessoas com deficiência ao emprego e pelo cumprimento da Lei de Cotas.


*Conheça os 30 finalistas
•1.  1ª Gincana Cultural - Biblioteca Louis Braille  do Centro Cultural São Paulo - São Paulo
•2.  A Inserção Educacional do Aluno com Disfagia - Secretaria de Educação da Prefeitura Municipal de São Bernardo do Campo
•3.  Acompanhamento Pedagógico Especializado - CAIS - Centro de Atenção à Inclusão Social - Secretaria Municipal de Educação de Diadema
•4.  Assessoria para Pessoa com Deficiência - Prefeitura Municipal de Araraquara,
•5.  Carnaval Paulistano: Só Não Vê Quem Não Quer - São Paulo Turismo S/A
•6.  Comunicação Inclusiva - Hospital Estadual Mario Covas - Santo André
•7.  Criança Visão Total - Associação Sorocabana de Atividades para Deficientes Visuais - ASAC - Sorocaba
•8.  Curso em Acessibilidade e Mobilidade Urbana - Departamento Municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade - Prefeitura Municipal de Mogi Mirim
•9.  Espaço de Convivência - Alarde Associação Laranjalense da Pessoa com Deficiência - Laranjal Paulista
•10.  Grupo Asas - Teatro Inclusivo - Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência - Barueri
•11.  Inclusão, eu Faço! - SORRI - Bauru
•12.  Informática e Português para Deficiente Auditivo - Cecap-DA ( Centro de Capacitação Profissional e Apoio Pedagógico para Deficientes Auditivos de Cubatão e Região - Cubatão
•13.  Jornal, Programa e Site: Inclusão Brasil - Associação Desportiva dos Deficientes de Sorocaba
•14.  O Esporte ao Alcance de Todos - ACIDE - Associação Pela Cidadania das pessoas com Deficiência - Santo André
•15.  Oportunidades de A a Z - Renascer - Associação Renascer - São José do Rio Preto
•16.  Política de Educação Bilingue - Prefeitura Municipal de Guarujá
•17.  Programa Agente Superação - Prefeitura Municipal de São Caetano do Sul -  
•18.  Programa Clube Escolar Paraolímpico e a Iniciação a Pratica de Remo Adaptável em São Paulo - Clube de Regatas Bandeirante - São Paulo
•19.  Programa de Atendimento em Itinerância do Setor de Educação Inclusiva às Escolas da Rede Pública - Prefeitura Municipal da Estância Balneária de Peruíbe
•20.  Programa Municipal de Empregabilidade - Coordenadoria Municipal de Inclusão Social - Catanduva
•21.  Projeto Cidadania - Instituto Pró-Cidadania - São Paulo
•22.  Projeto Ciranda - Associação de Apoio à Criança com Deficiência Ortopédica - São José dos Campos
•23.  Projeto Halliwick - Associação Brasil Halliwick - São Paulo
•24.  Projeto Inclusão Digital - UNIVEM / APAE - Fundação de Ensino Eurípedes Soares da Rocha - Marília
•25.  Projeto Vida Iluminada - Associação Mulher UNIMED-Jaú - Jaú
•26.  Realocação de Deficientes Visuais - Hospital das Clínicas da FMUSP - Instituto de Radiologia - São Paulo
•27.  Redescobrindo a Fala - Secretaria Municipal de Saúde de São Vicente
•28.  Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Programa Calçada Segura - Prefeitura Municipal de São José dos Campos
•29.  Telelibras/ Mídia Acessível - Vez da Voz - Campinas
•30.  Transformando Cidadãos por Meio do Conhecimento - Instituto da Oportunidade Social - São Paulo

Vencedores do Prêmio Ações Inclusivas para Pessoas com Deficiência - Edição 2011

Ações Governamentais:

•1.  Programa Calçada Segura, de São José dos Campos
•2.  Programa de Atendimento em Itinerância do Setor de Educação Inclusiva às Escolas da Rede Pública, da Estância Balneária de Peruíbe
•3.  Grupo Asas - Teatro Inclusivo, de Barueri
•4.  Programa Municipal de Empregabilidade da Pessoa com Deficiência, de Catanduva
•5.   Comunicação Inclusiva, de Santo André

Ações Não-Governamentais:

•1.  Projeto Vida Iluminada, de Jaú
•2.   Projeto Inclusão Digital - UNIVEM / APAE de Marília
•3.   Oportunidades de A a Z - Renascer,  de São José do Rio Preto,
•4.   Projeto Halliwick, de São Paulo
•5.    Projeto Ciranda, de São José dos Campos
Os vencedores receberam troféus e placas de Menção Honrosa (aos 10 premiados) e Certificados de participação (aos 30 finalistas). Também tiveram suas práticas divulgadas em publicação distribuída na cerimônia de entrega do Prêmio, cuja versão acessível será publicada em breve no link "Publicações" na home do website da Secretaria 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por comentar esta postagem.

Veja estas postagens.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...