30 de dez de 2012

URGENTE - URGENTE - URGENTE


Estamos passando por um momento onde a grande mídia ( GLOBO e VEJA neste caso ) tem divulgado opiniões de pessoas posicionadas na sociedade onde fazem uma triste e infeliz relação da violência sofrida por crianças com as pessoas com deficiência, acho que não podemos nos calar e o movimento político das pessoas com deficiência tem que se manifestar e exigir espaço nestas mesmas mídias para que sejam colocados contrapontos que levem a um debate e uma reflexão mais ampla. Não podemos deixar que a sociedade aceite estas opiniões como verdades absolutas, lutamos muito para avançar na conscientização em relação as pessoas com deficiência no combate ao preconceito e discriminação portanto vamos reagir pessoal.

28 de dez de 2012

CEGO TEM QUE PAGAR PARA VER O CRISTO ?


John Leno, morador da cidade de São José dos Campos-SP, militante da causa das pessoas com deficiência e que tem deficiência visual lançou uma campanha questionando porque a pessoa com deficiência visual paga para " ver " o Cristo Redentor no Rio de Janeiro ?

  Foto: Leno conversando com um guarda na base do Cristo Redentor

Foto: Leno com um banner pendurado no pescoço com os dizeres (CEGO TEM QUE PAGAR PARA VER O CRISTO ) no meio dos turistas que estão visitando o Cristo Redentor
Imagem do Cristo ao fundo.

Foto: Leno com um banner pendurado no pescoço com os dizeres (CEGO TEM QUE PAGAR PARA VER O CRISTO ) no meio dos turistas que estão visitando o Cristo Redentor
Imagem do Cristo ao fundo.

Foto: Leno subindo a escada que dá acesso ao Cristo Redentor guiado por um homem.




Foto: Leno com um banner pendurado no pescoço com os dizeres (CEGO TEM QUE PAGAR PARA VER O CRISTO ) dando entrevista para um canal de TV.


Foto: Leno com um banner pendurado no pescoço com os dizeres (CEGO TEM QUE PAGAR PARA VER O CRISTO ) ao lado da placa de apresentação do Cristo Redentor.

Foto: Leno com um banner pendurado no pescoço com os dizeres (CEGO TEM QUE PAGAR PARA VER O CRISTO ) sentado em uma mureta com o Cristo Redentor bem ao fundo aparecendo o morro quase inteiro.

Fotos tiradas do FaceBook


26 de dez de 2012

MENINA COM DEFICIÊNCIA VISUAL FAZ PAPAI NOEL CHORAR


O dia em que a pequena Victória fez Papai Noel chorar

Victória, que já venceu muitas batalhas e é um exemplo de coragem e superação Foto: Pedro Ivo Prates
Victória, que já venceu muitas batalhas e é um exemplo de coragem e superação Foto: Pedro Ivo Prates
Menina cega de 8 anos que deixou o Japão com a família após o terremoto de 2011 tem encontro mágico com o Bom Velhinho
Xandu Alves
São José dos Campos

Victória enxerga com o coração. A menina de 8 anos que perdeu a visão ainda bebê tem outro dom: emocionar e inspirar as pessoas. Cinco dias antes do Natal, ela fez Papai Noel chorar.
Essa história começa a 18 mil quilômetros de São José dos Campos, na cidade de Ibaraki, no Japão.
Foi lá que nasceu Victória Miyuki Ando Ferreira, filha de mãe filipina e pai brasileiro. O casal tem mais quatro filhos: duas meninas, de 10 e 6 anos, e dois meninos gêmeos, de nove meses. Só eles é que nasceram no Brasil.
Elizabeth Alfon Ferreira, 31 anos, mãe das crianças, conta que os olhinhos de Victória começaram a virar de um lado a outro quando ela tinha 1 ano.
Um oftalmologista disse que só iniciaria o tratamento quando a menina fizesse quatro anos. Foi preciso levar a um neurologista para descobrir a verdade: havia um tumor no nervo óptico de Victória.
Ela passou por oito horas de cirurgia e os médicos conseguiram retirar 95% do tumor, mas a menina acabou perdendo a visão por completo. “Não enxergo nada”, diz ela.

Terremoto. A perda da visão foi uma das tragédias na vida de Victória. Em 11 de março de 2011, véspera do seu aniversário, a terra tremeu no Japão e provocou um acidente na usina nuclear de Fukushima.
Elizabeth, o marido e os filhos, que moravam numa região próxima à cidade, tiveram que sair de casa e passar a noite em um parque.
Foi o estopim para a família decidir se mudar para o Brasil.
“Liguei para meu filho e disse a ele que viesse embora. Não dava mais para criar as crianças naquelas condições”, conta a avó, Márcia Tieko Ando Ferreira, 44 anos.
Em São José dos Campos, onde mora Márcia, Elizabeth e os filhos começaram a adaptação. Quem mais se desenvolveu foi Victória, que já fala português, é fluente em japonês, arranha inglês e espanhol.
A menina passou para a 3ª série do ensino fundamental em uma escola municipal e frequenta, duas vezes por semana, uma terapia no centro de reabilitação do Hospital Próvisão, na zona sul.
Victória, o xodó da família, tornou-se um exemplo para os profissionais do hospital. “A aceitação da família e dela própria são importantes para o desenvolvimento dos outros sentidos”, diz Carla Matos, gerente da reabilitação.

Choro. Na última quinta-feira, O VALE acompanhou Victória em uma aventura nova para ela: conhecer Papai Noel de perto. “Acho que ele é barbudo e barrigudo”, disse ela antes de chegar ao Colinas Shopping.
A cena foi emocionante e levou o Papai Noel às lágrimas. Tocando com seus dedinhos na barba e na roupa de Renato Costa, 72 anos, Victória fez o experiente Bom Velhinho chorar. No milagre do Natal, a menina que não enxerga mostrou que vê mais do que todos nós. 

13 de dez de 2012

ENTIDADE FAZ CAMINHADA CONSCIENTE NO DIA NACIONAL DO CEGO

Dia 13 de Dezembro é o Dia Nacional do Cego e para comemorar a data o PróVisão entidade de São José dos Campos realizou uma caminhada para conscientizar a população sobre a questão.
A seguir confira algumas fotos do evento:










Fotos de Rodrigo Roveri tiradas do FaceBook do PróVisão

1 de dez de 2012

3ª Conferência Nacional dos Direitos das Pessoas com Deficiência


Caros conselheiros, conselheiras, delegados e delegadas, no próximo dia 3 terá início a 3ª Conferência Nacional dos Direitos das Pessoas com Deficiência em Brasília e o estado de São Paulo participara com uma delegação de 118 membros.
Este processo teve inicio nos municípios com conferências e fóruns municipais passando pelos 10 Núcleos Regionais do Conselho Estadual para Assuntos das Pessoas com Deficiência e por ultimo na Conferência Estadual que aconteceu em Julho em São Paulo, nos empenhamos muito para que todos tivessem as informações a tempo de se prepararem para a viagem, fizemos alguns encaminhamentos referentes as moções da Conferencia Estadual e buscamos soluções para fazermos a melhor Conferência Nacional de todos os tempos.
Espero desta delegação o compromisso de representar bem as pessoas que os elegeram para este feito, cumprindo com suas obrigações e atribuições em Brasília não faltando responsabilidade e comprometimento com a causa.
Não podemos deixar de ouvir e analisar as propostas dos outros estados que são nossos irmãos filhos do mesmo Pais e devemos nos colocar a disposição para colaborar apoiando tudo que entendermos ser bom para o nosso Brasil.
Quero salientar que não vamos para Brasília para disputar espaços, idéias ou propostas e sim somar esforços para que as pessoas com deficiência da nação seja beneficiada em qualquer canto do Brasil.
Aproveito para agradecer o empenho da Yara Savine ( chefe da delegação de São Paulo ) e todos que nos ajudaram chegar até aqui de forma ordeira, organizada e com muita vontade de contribuir com o nosso Pais.
Estamos indo para Brasília para trabalhar em prol de uma causa que defendemos diariamente em nossos municípios e nestes dias de conferência temos que dar o melhor de nos participando ativamente de toda a programação da conferência.
Que Deus nos abençoe e nos ilumine para que juntos com os outros estados possamos de verdade melhora o Brasil para todos.
Um abraço e até Brasília.
Wanderley Marques de Assis
Presidente do Conselho Estadual para Assuntos das Pessoas com Deficiência de São Paulo


29 de nov de 2012

NADA SOBRE NÓS SEM NÓS ?

Recebi este texto por e-mail do Edison Passafaro e estou divulgando no Blog:

________________________________________________________________________


Amigos, colegas e companheiros de deficiência,
Entre os novos secretários municipais anunciados pela nova gestão, deve assumir a pasta das Pessoas com Deficiência e Mobilidade Reduzida a vice de Chalita, a médica Mariane Pinotti.
Infelizmente, a exemplo do PSDB e coligados, o PT e seus aliados não devem ter em seus quadros de filiados ou colaboradores nenhuma pessoa "com deficiência" que tenha competência profissional e política para merecer a confiança do futuro prefeito para desenvolver políticas públicas para seus próprios pares.
Outra leitura é constatarmos que, em pleno século XXI, aos olhos dos governantes e das pessoas com deficiência que se submetem a essa conduta, nós, cidadãos brasileiros que temos algum tipo de deficiência, ainda somos indiscriminadamente a própria deficiência e necessitamos incondicionalmente de ajuda, supervisão médica e até mesmos de tutela.
Seja como for, fico imaginando como seria a reação da sociedade se para uma secretaria voltada a políticas para pessoas negras fosse indicada uma pessoa branca, ainda que um militante defensor da integração racial, ou para uma secretaria de políticas para as mulheres tivesse como titular um homem, mesmo que fosse um médico ginecologista... .
Sempre fui crítico para com essa situação e, como militante há mais de trinta anos pela garantia dos direitos das pessoas com deficiência e ativista pela implantação do movimento de vida independente em nosso país, não posso deixar de me sentir incomodado com a passividade da maioria dos meus pares que, seja por acomodação pessoal, falta de envolvimento político, ignorância, ou seja por conveniências pessoais, empregatícias ou financeiras, se calam e até mesmo apoiam esse retrocesso.
O fato de uma pessoa possuir alguma deficiência não legitima sua capacidade profissional e muito menos seu caráter. Também não cabe aqui questionar a competência profissional e o comprometimento pessoal daqueles que, mesmo sem possuir deficiências, ocupam essas pastas, tanto nos governos municipais quanto estaduais. Apenas considero falta de sensibilidade e visão política, para dizer o mínimo, manter a promoção de políticas para esse expressivo segmento da sociedade sob o comando de pessoas que não vivem na própria pele as consequências impostas pela morosidade na execução de ações efetivas que garantam na prática as obrigações estabelecidas nos textos legais, tais como falta de acessibilidade ao transporte, educação, emprego, saúde, cultura, esporte etc etc etc.
Não sou dono da verdade, mas penso que é muito mais fácil discutir sobre a fome quando se está de barriga cheia! Entendo que discursar sobre as necessidades das pessoas com deficiência e, ao témino do evento, sair andando, ouvindo, enchergando e convivendo sem maiores problemas com as barreiras arquitêtônicas, sensoriais e atitudinais que são explícitas em nossa sociedade é a mesma coisa. 
Então, lanço o desafio para que todos reflitam sobre o assunto e, quem sabe, possamos alterar essa realidade.
Saudações

Edison Passafaro

28 de nov de 2012

IBM Research Colloquium “Inclusão Social e Desenvolvimento Econômico”.


Ontem ( 27/11/2012 ) estive participando do IBM Research Colloquium, que aconteceu em São Paulo e teve o tema “Inclusão Social e Desenvolvimento Econômico”. O IBM Research Colloquium é um evento que acontece uma vez por ano, organizado pela IBM Research – Brazil no qual renomados especialistas, nacionais e internacionais, apresentam o estado da arte e os futuros desafios proporcionados por tópicos de ciência e tecnologia de grande relevância econômica, social e científica.
Este ano foi dado ênfase a assuntos relacionados a Desafios de Acessibilidade para a Pessoa com Deficiência na Sociedade e no Mercado de Trabalho.
Foram apresentados alguns projetos desenvolvidos pela IBM que podem proporcionar maior qualidade de vida as pessoas com deficiência e toda a população.
Realmente foi um ótimo evento, veja algumas fotos a seguir:



( Wanderley Marques de Assis e Rodrigo Carneiro na platéia esperando o inicio do evento )


( Platéia fazendo perguntas aos painelistas )

( Wanderley Marques de Assis ao lado de um dos computadores mais antigos do mundo )

( Wanderley Marques de Assis ao lado de um dos computadores mais antigos do mundo )

( Wanderley Marques de Assis  ao entre amigos de Campinas )



Priscila Menuci e Wanderley Marques de Assis batendo um papo )

( Rodrigo Carneiro tirando um som no violão )

22 de nov de 2012

DOUTORA LINAMARA BATTISTELLA E MARCO PELEGRINI SÃO HOMENAGEADOS

Esta semana ( 20 e 21 de novembro de 2012 ) estive em Brasilia participando de reuniões na Secretária Nacional dos Direitos das Pessoas com Deficiência e aproveitei para ir prestigiar a Doutora Linamara Battistella que foi homenageada e recebeu a Medalha Mérito Legislativo na câmara dos deputados ao voltar já a caminho de casa fui informado que o Marco Pellegrini estava sendo homenageado na câmara dos vereadores de São Paulo.
Fico muito feliz em ver pessoas que defendem os direitos das pessoas com deficiência terem seus trabalhos reconhecidos por autoridades e também pelo povo quando elegem um dos nossos candidatos a cargos públicos como aconteceu em alguns municípios nesta ultima eleição.
A Doutora Linamara e o Pellegrini fazem um trabalho a frente da Secretaria dos Direitos da Pessoas com Deficiência do Estado de São Paulo que esta se tornando referencia para os outros estados e até outros países e estas homenagens são mais do que justas e merecidas.




13 de nov de 2012

EU INDICO: POUSADA EM BERTIOGA



Estivemos hospedados por dois dias na Pousada Riviera Bertioga e fomos muito bem atendidos, além do local contar com acessibilidade para cadeirantes e por isso resolvemos fazer nossa primeira propaganda comercial aqui no canal www.youtube.com.br/pessoacomdeficiencia .
Eu indico, realmente é muito bom.

12 de nov de 2012

ALGUÉM SABE ME DIZER SE O TELETON ESTÁ PEDINDO DOAÇÃO OU VENDENDO BONECOS ?

Sem querer polemizar mais já polemizando eu não posso deixar de falar do TELETON 2012, primeiramente que fique bem claro que não tenho nada contra pedirem dinheiro eté porque dá quem quer, mais este tipo de atitude onde se diz uma coisa fazendo outra ou se faz uma coisa dizendo outra é muito preocupante.
A população do Brasil é muito generosa e ajuda mesmo é impressionante a rapidez que estas campanhas atingem cifras milionárias mais por traz de toda esta generosidade de grandes empresas por exemplo estão embutidos interesses de retorno o que podemos dizer que muitas daquelas doações na verdade não são doações quem doa de verdade é o povo principalmente os pobres, as empresas deduzem do imposto de renda as "doações" que fazem sem falar no retorno de mídia que uma empresa tem ao aparecer em uma rede nacional de TV aberta fazendo de conta que estão cumprindo o seu papel social é claro que muitas delas fazem de bom coração e até comovidas pela causa, mas, se fizermos um levantamento nas empresas "doadoras" ao TELETON e mesmo no SBT será que não todas cumprem as leis relativas as pessoas com deficiência como por exemplo a Lei de Cotas ?
E agora como se não bastasse toda a magia das empresas super sensibilizadas e dispostas a se sacrificarem doando quantias enormes ao TELETON o próprio TELETON me lança uma campanha que ninguém sabe ao certo o que é e justamente pra tentar descobrir o que esta acontecendo que criei uma imagem com os dizeres: ALGUÉM SABE ME DIZER SE O TELETON ESTÁ PEDINDO DOAÇÃO OU VENDENDO BONECOS ?

7 de nov de 2012

ELEIÇÃO NO CONADE PARA CONSELHEIROS NACIONAIS



Este ano (2012) no CONADE - Conselho Nacional dos Direitos da Pessoa Portadora de Deficiência, haverá eleição para conselheiros nacionais, tem uma vaga para conselhos estaduais e uma para municipais e é importante que todos participem pelo menos como eleitores.
Mais informações: 
www.pessoacomdeficiencia.com

6 de nov de 2012

Série Bertioga ( Um passeio inesquecível ) #4




Este é o quarto vídeo da Série Bertioga ( Um passeio inesquecível )
Entrevista com o Professor Augusto, Gorete Cortez de Assis e João Cortez sobre o projeto Eco Velas na praia Indaiá em Bertioga vale a pena assistir inteiro.

5 de nov de 2012

COMO É O AMOR ENTRE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA - ENTREVISTA NA CBN

Ouçam a minha participação nesta segunda feira 5 de novembro de 2012 no programa Cidade Inclusiva SP com Cid Torquato na radio CBN.
O tema foi COMO É O AMOR ENTRE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

4 de nov de 2012

Série Bertioga ( Um passeio inesquecível ) #3


Neste terceiro vídeo da Série Bertioga ( Um passeio inesquecível ) Gorete Cortez de Assis e João Cortez correm livremente pela praia o que significa muito, porque é um ambiente sem barreiras que possam colocar em risco suas integridades físicas, correm sem medo de obstáculos tanto aéreos quanto no solo e isso propícia a eles uma sensação de liberdade sem igual já que são pessoas com deficiência visual e as pessoas com deficiência visual nem sempre ou quase nunca tem uma oportunidade destas.

3 de nov de 2012

Série Bertioga ( Um passeio inesquecível ) #2


Segundo vídeo da Série Bertioga ( Um passeio inesquecível )
Neste filme a Maria Gorete Cortez de Assis, o João Cortez e o Wanderley Marques de Assis entram no mar usando a cadeira anfíbia do projeto Praia Acessível do governo do Estado de São Paulo na praia Indaiá em Bertioga – São Paulo.
O detalhe é que o Wanderley é cadeirante, o João e a Gorete são cegos e isso mostra o quanto é possível superar os limites e viver intensamente.

2 de nov de 2012

Série Bertioga ( Um passeio inesquecível ) #1



Este é o primeiro vídeo da Série Bertioga  ( Um passeio inesquecível ) onde a Gorete e o Wanderley falam um pouco sobre a praia Indaiá que fica em Bertioga - São Paulo


SORTEIO DE UM PERFUME PARTICIPE

QUER GANHAR UM PERFUME ?

É MUITO SIMPLES

COMPARTILHE NOSSA PÁGINA E

CONCORRA A UM PERFUME UP!

Acesse o link e participe:

www.acheioportunidade.blogspot.com

20 de out de 2012

SÉRIE BANHEIRO "ACESSÍVEL" ? 2# QUARTO DE HOTEL SEM ACESSIBILIDADE

Atenção: Esta é uma postagem antiga que transformei no segundo post da SÉRIE BANHEIRO "ACESSÍVEL" ? por causa do sucesso que esta série fez no FaceBook e como este é um dos hotéis mais conhecido da capital do Brasil acho interessante que todos vejam o post,  mais logo postarei novidades na sequência da série.


( Foto: Hotel Nacional )
Esta semana estive em um evento em Brasilia e fiquei hospedado em um dos hotéis mais tradicionais do Pais, Hotel Nacional, consequentemente um dos mais caros, infelizmente mais uma vez tive que me deparar com um quarto ( Quarto 816 ) que não era acessível, a cadeira de rodas até passava na porta do banheiro mais la dentro só por Deus.
O hotel me emprestou uma cadeira de banho que não podia ser muito movimentada dentro do box apertado e com muita dificuldade e ajuda eu consegui fazer a transferência, sem espelho acessível, sem espaço de giro da cadeira de rodas sem barras adequadas e sem espaço para a transferência da cadeira para vaso.


(Foto: Cadeira de banho dentro do box apertado) 

 Por falar em transferência da cadeira de rodas para o vaso sanitário  maior foi a minha decepção ao entrar no banheiro "adaptado"  que fica na recepção do hotel.


( Foto: Vaso sanitário com uma barra lateral que impede a transferência )


( Foto: Vaso sanitário com uma barra lateral que impede a transferência )

SÃO PAULO RECEBE MAIS DE 1000 ATLETAS NAS PARALIMPÍADAS ESCOLARES 2012


São Paulo recebe mais de 1000 atletas juvenis. Rio de Janeiro é o grande campeão 2012. Parabéns!!

Competição tem participação de 24 estados brasileiros mais DF, somando 2000 pessoas, entre atletas, técnicos e apoiadores
Paralimpíadas Escolares envolveu dez modalidades, de 16 a 19/10, em SP
E a delegação campeã das Paralimpíadas Escolares 2012 é a do... Rio de Janeiro, cidade que receberá os Jogos Rio 2016. Os atletas do Rio conquistaram 80 pontos na competição. Parabéns!! Delegação carioca festejou: "Uh, sai do chão que o Rio é bicampeão".
São Paulo ficou em 2º lugar das Paralimpíadas Escolares 2012, com 69 pontos conquistados e ganhou também o troféu Confraternização, com 16 pontos.
Santa Catarina, com 35 pontos foi a 3º colocada nas Paralimpíadas Escolares 2012. "Eu sou brasileiro, com muito orgulho, com muito amor", gritava a animada delegação de Santa Catarina. 
A abertura oficial das Paralimpíadas Escolares ocorreu na noite de terça-feira (16), no Centro de Exposições Anhembi, em São Paulo. A competição deste ano contou com a participação de 1.200 estudantes que representam 24 estados e o Distrito Federal, somando 1966 profissionais. A revelação do grande campeão de 2012 foi na noite de sexta, 19, no Anhembi, em São Paulo.
A cerimônia de abertura contou com a participação do Governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, da Secretária de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Dra. Linamara Rizzo Battistella, do Presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro, Andrew Parsons e do Secretário Nacional de Esporte de Alto Rendimento do Ministério do Esporte, Ricardo Leyser.
A apresentação da cerimônia ficou a cargo de Kelly Key, sob o som da Banda América, com  integrantes cegos. Ao final do evento, a banda “teen” Fresno animou a abertura das Paralimpíadas Escolares, que recebeu em troca a animação e alegria juvenil dos atletas do paradesporto, que deram o tom de alegria à festa.
O Governador Geraldo Alckmin destacou a quantidade de envolvidos neste evento, reconhecido como o maior do mundo na categoria “paradesporto escolar”. “Praticamente o Brasil inteiro está participando da maior Paralimpíada Escolar do mundo. Quase dois mil participantes”, destacou. E referindo-se ao vídeo das Paralimpíadas de Londres, transmitido no início da cerimônia, o governador ressaltou que “nós vivemos um dos melhores momentos do esporte paralímpico, e desta competição vão sair as novas revelações".
As Paralimpíadas Escolares buscam revelar novos valores e possíveis atletas para representar o Brasil nas Paralimpíadas de 2016. Para a Secretária de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo, Dra. Linamara Rizzo Battistella, “as Paralimpíadas Escolares, em São Paulo, vão deixar um legado importante e difundir o conhecimento necessário para a prática paradesportiva no ambiente escolar”. Em meio a efusivos aplausos, a anfitriã da noite destacou: “É uma grande alegria recebê-los. O Brasil brilhou nas Paralimpíadas de Londres, encheu de orgulho o coração de todos os brasileiros, sejam muito bem-vindos. São Paulo os acolhe de braços abertos!” 
CAMPEÕES
A cerimônia de abertura foi abrilhantada com a presença dos atletas campeões nas Paralimpíadas de Londres. Além de Alan Fonteles, atletas como Terezinha Guilhermina, Yohansson Nascimento, Fernando Fernandes, Daniel Dias e Andre Brasil representaram os vários estados brasileiros.
O secretário nacional Ricardo Leyser ressaltou que os jogos escolares são importantes na formação de atletas para as Paralimpíadas de 2016, no Rio de Janeiro. “Nós vamos brigar pelo topo do quadro de medalhas. Nós vamos inspirar os brasileiros com o exemplo de vocês”, disse.
O presidente do CPB, Andrew Parsons declarou aberta as Paralimpíadas Escolares, mas antes destacou o enorme benefício que os esportes trazem para os jovens, em seu desenvolvimento e formação como cidadãos. Lembrou que o atleta Alan Fonteles, ali presente, se destacou nas Paralimpíadas de Londres, batendo o maior corredor do mundo, Oscar Pistorius.
“Fonteles ‘nasceu’ como atleta nas Paralimpíadas Escolares. E cada um de vocês pode ser como ele, aliás também podem ser como o governador ou como a secretária Dra. Linamara. Não há limites. Os limites somos nós que nos impusemos. Não deixem a deficiência representar uma barreira para os sonhos de vocês”, incentivou Parsons.
A exemplo de Fonteles, a tenista Bruna Alexandre; Thierb Siqueira, também do atletismo; e o nadador Ítalo Pereira participaram das Paralimpíadas de Londres, em agosto deste ano e iniciaram suas vocações nas Paralimpíadas Escolares.
A cerimônia de abertura foi encerrada com a apresentação do mascote das Paralimpíadas Escolares - um casal de robôs acionado por controle remoto; pela leitura do “Juramento do atleta”; seguida do acendimento simbólico da “pira paralímpica”.
As competições encerraram na sexta, 19, em vários locais de São Paulo.

PARALIMPÍADAS ESCOLARES

As Paralimpíadas Escolares ocorrem desde 2006. Em 2012, o Estado de São Paulo é representado por 197 participantes, dos quais 135 são atletas. Ao todo, entre atletas, técnicos, e equipe de apoio, somam 1966 pessoas nas competições deste ano.
A competição é composta por dez modalidades: tênis em cadeira de rodas, voleibol sentado, atletismo, futebol para cegos, futebol para paralisados cerebrais, judô, goalball, bocha, natação e tênis de mesa.
Participam estudantes matriculados em escolas do ensino fundamental e médio, que apresentem algum tipo de deficiência e tenham de 12 a 19 anos de idade.
As Paralimpíadas Escolares são realizadas pelo Comitê Paralímpico Brasileiro, com a parceira do Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência e a Prefeitura de São Paulo.

7 de out de 2012

ELEITORES DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS-SP ELEGE UM VEREADOR CADEIRANTE


A seguir os nomes de todos os eleitos para a câmara de vereadores de São José dos Campos, partidos e número de votos que tiveram, em destaque o nome do vereador Willis que é cadeirante e foi conselheiro do conselho municipal dos direitos das pessoas com deficiência de São José.
++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Wagner Balieiro PT                                  9.420
Renata Paiva DEM                                   8.745
Amelia Naomi PT                                     8.355
Shakespeare Carvalho PRB                     7.856
Dulce Rita PSDB                                      6.397
Petiti da Farmácia Comunitária PSDB     6.389
Mota DEM                                                 6.074
Macedo Bastos DEM                                5.812
Walter Hayashi PSB                                 5.784
Valdir Alvarenga PSB                               5.078
Robertinho da Padaria PPS                     4.920
Juvenil Silvério PSDB                              4.665
Cyborg PV                                                4.562
Alexandre da Farmácia PP                      3.944
Dilermando Dié PSDB                               3.768
Roberto do Eleven PP                              3.646
Carlinhos Tiaca PMDB                             3.417
Angela Guadagnin PT                              3.268
Juliana Fraga PT                                      2.868
Professor Calasans Camargo PRP           2.668


6 de out de 2012

ELEIÇÕES 2012 - CANDIDATOS COM DEFICIÊNCIA DE SÃO PAULO

Durante a campanha eleitoral de 2012 o SITE PESSOA COM DEFICIÊNCIA criou uma página onde divulgou os candidatos a vereadores de várias cidades do estado de São Paulo, a página foi um sucesso e comentada em vários outros estados do Brasil.
Sabemos que ser pessoa com deficiência não credencia ou qualifica candidato nenhum e temos consciência que muitas pessoas sem deficiência defendem os interesses do seguimento com muita garra, determinação e respeito, mas, a intenção da página não foi fazer campanha aos candidatos com deficiência e sim mostrar para a população que estamos nos esforçando em participar ativamente das decisões do pais inclusive como candidatos.
Quero parabenizar a todos que solicitaram divulgação em nossa página e desejar muita sorte amanha não aos candidatos mais aos eleitores que terão que escolher seus representantes votando.
Tomara que os eleitores pesquisaram a vida dos candidatos e independentemente de ser pessoa com deficiência ou não que sejam eleitos os melhores para o povo.

25 de set de 2012

CONSELHO ESTADUAL PARA ASSUNTOS DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA DE SÃO PAULO PEDE SUBSTITUIÇÃO DE TERMINOLOGIA E ALERTA MP DOBRE VIDEO NA WEB CONTRA AS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA


24/09/12 19h07

Presidente do CEAPcD pede ao TSE substituição de terminologia e alerta MP sobre video na web contra pessoas com deficiência

Objetivo do ofício ao TSE é parabenizar pela iniciativa de envolver as pessoas com deficiência no processo eleitoral, mas alerta sobre uso correto de terminologia. Ao MP, banda de funk foi denunciada por desrespeitar segmento
Peça publicitária sobre Eleições deve ser readequada

O presidente do Conselho Estadual para Assuntos das Pessoas com Deficiência de São Paulo- CEAPcD, Wanderley Marques de Assis, encaminhou para a Ministra Cármen Lúcia Antunes Rocha, do Tribunal Superior Eleitoral ofício solicitando adequação da campanha institucional do TSE em relação à terminologia empregada nas peças publicitárias (spotsdisponíveis no site do TSE, programas de TV e rádio), substituindo a expressão "pessoa portadora de necessidades especiais" pela expressão"pessoa com deficiência".
Em ofício à Ministra o presidente do Conselho destaca a importância da iniciativa do TSE pela promoção de campanha institucional objetivando a participação da pessoa com deficiência na vida política e criando condições para que ela possa exercer sua cidadania com dignidade e plenitude.
Entretanto, Wanderley Assis destaca a forma correta de uso da terminologia voltada ao segmento. “Cremos que disseminar o emprego da expressão 'pessoa com deficiência' em vez de 'pessoa portadora de necessidades especiais' é uma singela e eficiente ferramenta de conscientização da sociedade em geral, além de exprimir verdadeiro compromisso ético do poder público na implementação e cumprimento de políticas públicas voltadas para as necessidades básicas da pessoa com deficiência, não por força legal, mas por consciência social”, detaca.
A medida visa prestar um serviço de esclarecimento à população e difundir terminologia correta em conformidade com a Convenção da ONU sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência e Recomendações da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, divulgadas no Encontro de Gestores Públicos de Comunicação do Estado de São Paulo.

MP é acionado por vídeo preconceituoso e ofensivo
Quem viu não acreditou que seria possível alguém criar uma peça tão absolutamente discriminatória, agressiva e repulsiva contra as pessoas com deficiência. A tentativa de “fazer sucesso” pelo mau-gosto rendeu uma ação junto ao Ministério Público, pela publicação de vídeos na rede “you Tube” de uma banda musical de estilo funk.
Conselho Estadual para Assuntos das Pessoas com Deficiência de São Paulo- CEAPcD apresentou lavratura de representação aos representantes do MP/SP - Ministério Público de São Paulo - requerendo apuração sobre a prática de desrespeito e preconceito nas composições de uma banda musical em diversos vídeos no YouTube, que utiliza termos jocosos, ultrajantes e depreciativos contra as pessoas com deficiência.
O nome da banda será omitido a fim de não darmos publicidade gratuita - mesmo que negativa - a quem comete discriminação e preconceito, mas fica o alerta a quem queira “aparecer a qualquer custo”: estamos de olho!

Veja estas postagens.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...