25 de jun de 2012

PRIMEIRA TURMA DE CUIDADORES RECEBE DIPLOMAS EM SÃO PAULO

25/06/12 19h19

Curso de Cuidadores de pessoas com deficiência tem formatura de sua primeira turma

Os 51 aprovados do Curso de Qualificação Básica de Cuidadores de Pessoas com Deficiência receberam certificado na tarde desta segunda, 25 de junho
Governador e Secretária cumprimentam coordenadores do curso de cuidadores

Na tarde desta segunda, 25, aconteceu na sede da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência a formatura da primeira turma do Curso de Cuidadores. O curso foi realizado pela Secretaria em parceria com a Disciplina de Telemedicina e o Instituto de Medicina Física e Reabilitação do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP, o Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza e a Fundação de Apoio à Tecnologia (FAT).

Antes da cerimônia de formatura, os alunos tiveram uma última aula do curso com o professor DrChao Lung Wen, professor da Telemedicina da FMUSP.O curso de capacitação garante ao aluno receber informações cruciais sobre saúde, organização, planejamento, moda e direitos, entre outros. Entre os 90 inscritos, 73 alunos concluíram o curso e 51 foram aprovados.
A Secretária Dra Linamara enfatizou a importância de um curso como esse. “O curso de cuidadores vai ao encontro das grandes necessidades das pessoas com deficiência”. E ressalta que “será um grande instrumento para a inclusão das pessoas com deficiência na saúde, no lazer, em todas as áreas”.

O curso teve duração de três meses e 90% do plano de ensino foi realizado à distância, por meio de uma plataforma virtual. A Secretária destaca que “esse curso não é trivial, ele é reconhecido pelo MEC, e faz com que os cuidadores reforcem o trabalho de construir o conceito e incluir as pessoas com deficiência”. Dra. Linamara frisa, ainda, que a ideia é fazer com que os próximos cursos sejam expandidos para outros locais do estado e que tenham aulas presenciais também. 

“A participação da pessoa com deficiência na sociedade se faz pela presença do cuidador”, destaca, acrescentando que o final do curso não significa final do contato. Ela espera que cada aluno que passou pelo curso passe a ser uma “sentinela dos direitos da pessoa com deficiência”.

O Dr. Shao Lung Wen, coordenador do curso pela Faculdade de Medicina da USP, destacou o aspecto de “mudança” que o curso trouxe ao sistema de ensino à distância. “Mudança na abordagem humana e no aspecto da acessibilidade em rede. É um curso com abordagem biopsicossocial”.

Ele destacou, ainda que o ponto de mudança do curso é que, embora seja à distância, a interatividade da relação entre alunos e professores confere a possibilidade de se formar uma “rede contínua de novos conhecimentos”.

Para o governador Geraldo Alckmin, o Brasil é um país cada vez mais de idosos, o que exige políticas públicas voltadas a esse público, que inclui as pessoas com deficiência. Com seu costumeiro bom-humor, o governador brincou que irá “baixar um decreto em que será proibido morrer antes dos 100 anos, mas as mulheres nunca morrerão”. 

Seu comentário fez alusão ao elevado número de participantes mulheres não só no curso, mas, cada vez mais, em vários setores da sociedade como a saúde, educação, assistência social e agora, os cuidadores.
O governador encerrou sua presença na formatura lembrando dizeres de Victor Hugo (1802- 1885) ao se referir que o “diâmetro de uma civilização se mede pelo diâmetro da liberdade de imprensa - sem liberdade de expressão e debate não há civilização”. Geraldo Alckmin acrescenta que "uma civilização se mede pelo diâmetro dos direitos sociais e pelo diâmetro da solidariedade”.

Na ocasião, os 51 aprovados receberam o certificado de conclusão de curso, emitido pelo Centro Paula Souza. O conteúdo do curso foi distribuído em seis eixos principais: “Noções de Organização e Planejamento”, “Hospitalidade Doméstica e Pública”, “Moda Inclusiva”, “Direitos da Pessoa com Deficiência”, “Saúde Integral” e “Saúde da Pessoa com Deficiência”.

OS INTERESSADOS EM INSCREVER- SE PARA AS PRÓXIMAS TURMAS DO CURSO DE CUIDADORES DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA DEVEM ACESSAR:http://cuidadores.edm.org.br/aia/

20 de jun de 2012

RIO +20 DEFICIÊNCIA E DESENVOLVIMENTO

18/06/12 21h33

Deficiência e Desenvolvimento são temas na Rio+20, a conferência mais acessível de todos os tempos

Forum paralelo foi no domingo, dia 17, e contou com representantes da ONU.

Regina Atalla, presidente da Riadis; Dra. Linamara; o Secretário estadual do Meio Ambiente, Bruno Covas, de São Paulo; e ao fundo, à esquerda, de camisa branca e cavanhaque, Arnaud Peral, do PNUD/ONU.

Só quem participa de um evento do porte e envergadura da Rio+20 é capaz de sentir e entender a importância e dimensão de um encontro dessa natureza. E se a essa natureza soma-se um espaço voltado especificamente para as questões das pessoas com deficiência, então é possível associar a essência do desenvolvimento sustentável à inclusão social e conceber um planeta de fato inclusivo.

O Fórum Paralelo "Promovendo o Desenvolvimento Inclusivo para um Futuro Sustentável" aconteceu no domingo, 17 de junho, no Rio de Janeiro e foi um largo passo no sentido de incluir a temática dos direitos da pessoa com deficiência na agenda de sustentabilidade nacional e internacional. Na Agenda da Rio+20, formada por centenas de temas voltados à sustentabilidade do planeta e desenvolvimento inclusivo este foi o único Fórum - proposto pelo Governo do Estado de São Paulo - a tratar exclusivamente sobre “deficiência e sustentabilidade”.
Participaram a Secretária de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo (SEDPcD), Dra. Linamara Rizzo Battistella; o Secretário Adjunto da SEDPcD, Marco Antonio Pellegrini; a presidente da Rede Latino Americana de Organizações Não-Governamentais de Pessoas com Deficiência e suas Famílias (RIADIS), Regina Atalla; a professora da UFRJ e consultora de Acessibilidade e Inclusão do O Comitê Nacional de Organização (CNO), Dra. Izabel Maior e o representante do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), Arnaud Peral, do PNUD.
O CNO criou uma Coordenação de Acessibilidade e Inclusão, formada por servidores do Itamaraty e consultores especialistas na área, entre as quais a própria Izabel Maior, que convidou a arquiteta da UFRJ, Regina Cohen para compor sua equipe. O trabalho da equipe resultou em uma Rio+20 com arenas dispondo de recursos de acessibilidade em seus auditórios, tanto no Riocentro como no Parque dos Atletas, onde ocorreu o Fórum sobre Desenvolvimento Inclusivo; intervenções arquitetônicas; orientação acessível aos expositores e visitantes; material em braile; intérprete de Língua de Sinais - Brasileira e Internacional; além de voluntários capacitados e pontos de informação com tablets acessíveis. O recurso de audiodescrição oferecido na conferência foi em três idiomas: inglês, espanhol e português, inédito em evento deste porte.
“Houve garantia de espaços acessíveis, configurando-se na conferência mais acessível da história das Nações Unidas”, ressaltou Izabel Maior. Entre os voluntários com conhecimento de Libras e capacitados para orientar e auxiliar pessoas com deficiência, cerca de 50 têm algum tipo de deficiência, sendo 12 com deficiência intelectual.
A Rio+20 não é uma conferência específica para os direitos das pessoas com deficiência, daí a importância que tem ao prover os recursos de acessibilidade e dar visibilidade à participação de todas as pessoas no debate do desenvolvimento sustentável, com seus pilares econômico, social e ambiental”, destacou Izabel.
A primeira vitória já se pode comemorar, traduzida na frase de Magnus Olafsson, diretor de logística das conferências da ONU: “A partir do projeto brasileiro de acessibilidade e de sua execução para a Rio+20, a ONU passará a adotar novos parâmetros de acessibilidade em suas conferências”.
“Vou levar à ONU a importância do tema ‘deficiência e desenvolvimento sustentável e inclusivo’”, destacou Arnaud Peral, do PNUD.
A Secretária de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Dra. Linamara Rizzo Battistella, entende a acessibilidade como fator primordial não só em eventos, mas na vida das pessoas com deficiência, que não representam uma “minoria” já que contam 1 bilhão no mundo. E por entender essa importância considera que a ONU faz história e estabelece um divisor de águas ao incluir as pessoas com deficiência na pauta da sustentabilidade e desenvolvimento inclusivo. “Porque direitos humanos são de todos os humanos, independente de cor, sexo, opção política ou idade, e a deficiência pode ser inerente a todas as pessoas, a qualquer tempo”, destaca.

O Fórum foi coordenado por Cid Torquato, da Coordenadoria de Relações Institucionais da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo e contou também com a presença do presidente do CEAPcD - Conselho Estadual para Assuntos da Pessoa com Deficiência, Wanderley Marques de Assis, a deputada federal Mara Gabrilli; a professora Gilka Gattás, da Faculdade de Medicina da USP, o presidente do Conade, Moises Bauer; e o ex-deputado e atual Secretário de Estado do Meio Ambiente, Bruno Covas, entre outros. Finalizando o Fórum, os participantes reuniram-se no estande do Governo do Estado de São Paulo para celebrar “a conferência mais acessível de todos os tempos”, a Rio+20.

18 de jun de 2012

RIO +20 - ORGULHO DE FAZER PARTE



Ontem, dia 17 de junho de 2012 foi um dos melhores dias pra mim como militante dos direitos das pessoas com deficiência, estive junto com a minha esposa Gorete, que talvez seja até mais militante que eu no Fórum Paralelo "Promovendo o Desenvolvimento Inclusivo para um Futuro Sustentável", que aconteceu no Rio de Janeiro na Rio +20.
Como é emocionante podermos presenciar o esforço e a dedicação de pessoas que vivem em função de um planeta melhor, mais sustentável e inclusivo, pessoas como a Dra. Isabel Maior que trabalhou muito junto com toda uma equipe para conseguir fazer com que a Rio +20 fosse um evento acessível e sabe qual foi o resultado de todo este trabalho? O resultado é que aconteceu aqui no nosso pais a conferencia com mais recurso de acessibilidade no universo, isso mesmo a conferencia mais acessível do planeta aconteceu aqui no nosso Brasil é motivo de orgulho ou não é ?
O evento contou com o apoio do Governo do Estado de São Paulo através da Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência muito bem conduzida pela Dra. Linamara Rizzo Batisttella, que também é uma militante do movimento apesar de estar no poder publico como secretaria.
É muito bom ver pessoas do movimento promovendo uma transformação em uma sociedade mundial, criando conceitos, defendendo ideias e executando ações afirmativas que melhoram a qualidade de vida não só da pessoa com deficiência mais de todos.
Teremos outros postes sobre o evento aqui no blog, este foi só pra expressar o orgulho que sinto de fazer parte de tudo isso.

16 de jun de 2012

5ª EDIÇÃO DOS JOGOS PAN-AMERICANOS DE SURDOS



(Logo do evento)

Dia 14 de Junho eu tive a satisfação de participar da mesa de abertura da 5ª edição dos jogos pan-americanos de surdos no Ginásio Falcão, na cidade Praia Grande no litoral de São Paulo.

O evento foi fantástico com delegações de vários países e muitos atletas.
( Foto: Wanderley Marques de Assis compondo mesa com outras autoridades )

(Foto: Delegação do Brasil)

(Foto: Delegação do Brasil)

Veja mais em: www.panamericanosurdos.com.br

15 de jun de 2012

SÉRIE BANHEIRO "ACESSÍVEL" ? 2# QUARTO DE HOTEL SEM ACESSIBILIDADE

Atenção: Esta é uma postagem antiga que transformei no segundo post da SÉRIE BANHEIRO "ACESSÍVEL" ? por causa do sucesso que esta série fez no FaceBook e como este é um dos hotéis mais conhecido da capital do Brasil acho interessante que todos vejam o post,  mais logo postarei novidades na sequência da série.


( Foto: Hotel Nacional )
Esta semana estive em um evento em Brasilia e fiquei hospedado em um dos hotéis mais tradicionais do Pais, Hotel Nacional, consequentemente um dos mais caros, infelizmente mais uma vez tive que me deparar com um quarto ( Quarto 816 ) que não era acessível, a cadeira de rodas até passava na porta do banheiro mais la dentro só por Deus.
O hotel me emprestou uma cadeira de banho que não podia ser muito movimentada dentro do box apertado e com muita dificuldade e ajuda eu consegui fazer a transferência, sem espelho acessível, sem espaço de giro da cadeira de rodas sem barras adequadas e sem espaço para a transferência da cadeira para vaso.

(Foto: Cadeira de banho dentro do box apertado) 

 Por falar em transferência da cadeira de rodas para o vaso sanitário  maior foi a minha decepção ao entrar no banheiro "adaptado"  que fica na recepção do hotel.

( Foto: Vaso sanitário com uma barra lateral que impede a transferência )

( Foto: Vaso sanitário com uma barra lateral que impede a transferência )

7 de jun de 2012

FALECEU ANA PAULA CROSARA


Faleceu nesta quinta (07) Ana Paula Crosara, diretora de Políticas Temáticas da Secretaria de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência

Data: 07/06/2012
07/MAI/12 - Faleceu nesta quinta (07) Ana Paula Crosara, diretora de Políticas Temáticas da Secretaria de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência
Faleceu nesta quinta-feira (7), aos 38 anos, em decorrência de uma parada cardiorrespiratória, a diretora de Políticas Temáticas da Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência, AnaPaula Crosara. O velório será realizado na Funerária Paz Universal e o enterro no Cemitério São Pedro, ambos nesta sexta-feira (8), em Uberlândia, cidade natal de Ana Paula.

Desde 2009 na Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, Ana Paula exerceu em diversas ocasiões o cargo de secretária Nacional Interina da Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência. 

Antes disso, seja como radialista em sua cidade natal ou nas outras posições que ocupou ao longo de sua vida, a militância política de Ana Paula em defesa dos direitos da pessoa com deficiência foi fundamental para os avanços conquistados nos últimos anos.

Para a ministra da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, Maria do Rosário, o momento é de abraçar amigos e familiares. E dar continuidade à luta de Ana Paula. "Nesse momento de dor e tristeza, a melhor forma de homenageramos a companheira Ana Paula Crosara é dando sequencia ao seu trabalho para a garantia dos direitos plenos de todas as pessoas com deficiência".


3 de jun de 2012

DEVOTEE


Tem site que exibe fotos de pessoas com deficiência apenas para satisfazer o desejo de quem gosta de ver este tipo de imagem com cunho totalmente sexual e prazeroso, que fique claro que não tenho nada contra sentir desejo por pessoa com deficiência mais ter a deficiência como o principal atrativo ai já é no minimo diferente.
O que você acha?
Deixe seu comentário.



Veja estas postagens.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...