30 de set de 2011

Ex-presidente do Conselho Estadual recebe homenagem póstuma da Secretária Dra. Linamara

Foram entregues um quadro com foto dele e mensagem acompanhado de um ramalhete de flores coloridas, recebidas em meio a emoção da viúva e familiares presentes.

Quadro foi entregue à viúva acompanhado de flores
Em dia repleto de atividades, com a presença do governador Geraldo Alckmin e da Secretária Dra. Linamara Rizzo Battistella no Congresso Brasileiro de Turismo Acessível, em Socorro (SP), no mesmo horário, na capital, os conselheiros do CEAPcD - Conselho Estadual para Assuntos da Pessoa com Deficiência reuniram-se durante todo o dia 29 de setembro em Assembleia Geral. No meio da tarde, a Secretária venceu os cerca de 200 km que separam ambas cidades para prestar uma singela homenagem à viúva Maria Oliveira, em memória ao ex-presidente José Oliveira Justino, que partiu de nosso convívio no mês passado, agosto.
Foram entregues um quadro com foto dele e mensagem acompanhado de um ramalhete de flores coloridas, recebidas em meio a emoção da viúva e familiares presentes.
As palavras da Secretária Dra. Linamara resumiram o que representou Justino.
"Parceiro muito presente nas ações da Secretaria, muito presente e muito amigo, mas também muito independente, ele sabia separar as coisas, a parceria e a independência que o Conselho sabe manter em relação à Secretaria; e ele o fazia de forma suave, sem litígios.
Justino tinha a saúde frágil, nós sabemos, e era impressionante a disposição que ele tinha para viajar, participar nesses dois últimos anos, para acompanhar as ações do Conselho, sempre enriquecendo o tema, a reunião, a discussão, nunca como mero expectador, sempre com participação muito atuante. Estivemos juntos na posse do desembargador Dr. Ricardo Tadeu, em Curitiba, (há cerca de 2 anos) e vimos como o Justino era acolhido e respeitado em todos os cantos em que ele chegava.
Ele soube fazer da luta pelos direitos da pessoa com deficiência, uma luta harmônica, com sinergias, de colher boas ideias de cada lado e transformar em ações. No Conselho, ele teve, com certeza, uma postura importantíssima, como cidadão, e em cada uma das posições que ele ocupou soube fazer a diferença. Deve valer a pena essas lembranças, ele passou nessa trajetória, nesse mundo, fazendo a diferença.
É muito triste sair desse planeta para outro mundo, em branco, sem deixar uma história, acho que nós valemos pela semente que plantamos, pela história que deixamos, e pelas mudanças que podemos operar na vida das pessoas, ainda que seja em um universo pequeno. Não importa o quanto impactamos, se a gente tiver certeza que teve a chance de operar na vida de algumas pessoas, já valeu a pena. E o Justino fez isso, ele conseguiu impactar a vida de algumas pessoas com os quais ele atuou.
Fico feliz em celebrar a lembrança do Justino, porque essa tem que ser a nossa história, devemos deixar aos que nos sucedem, que a vida é escrita por muitas mãos, a vida é uma corrida de revezamento. A cada momento alguém consegue dar um passo melhor e a gente precisa aplaudir, porque é de bons exemplos que a gente consegue construir o futuro. E nunca será a batalha de uma única pessoa, sempre a construção de muitas pessoas. E por que não reverenciar aqueles que tiveram a possibilidade de levar o bastão mais adiante? O Justino é e sempre será uma figura queridíssima de todos nós".
O atual presidente do Conselho Estadual para Assuntos da Pessoa com Deficiência, Wanderley Marques de Assis, descreveu o quadro entregue à viúva Maria Oliveira e leu a mensagem dedicada a ele:
"José de Oliveira Justino, homem batalhador, que sempre cativou a todos com seu sorriso e simplicidade. Lutou à frente das causas das pessoas com deficiência, com força, garra e confiança. Justino trilhou sua vida de forma guerreira, completando sua missão de forma exemplar".
Ao final da mensagem uma citação do próprio Justino "A força que buscava estava dentro de mim".
Ao entregar o ramalhete de flores, a Secretária disse à viúva: "que cada pétala dessas flores expresse o amor que o Justino tinha por você e por esta maravilhosa família".
Maria emocionou-se ao receber a homenagem, encerrada com muitos aplausos dos conselheiros presentes.

23 de set de 2011

Modelos com deficiência mostram moda inclusiva em desfile.

Ersea Maria Alves desfilou com a ajuda de Toby. Foto: Divulgação

Ersea Maria Alves desfilou com a ajuda de Toby
Foto: Divulgação

Marina Pita
Direto de São Paulo
Quando tinha 18 anos Ersea Maria Alves fez um curso de manequim, mas nunca imaginou que um dia estaria na passarela com seu cão. Ela tem uma doença degenerativa que a fez perder a visão, e aos 57 anos desfilou com a ajuda de Toby, um labrador, na semana da comemoração da luta pelos direitos da pessoa com deficiência, vestindo o modelo vendedor do terceiro Concurso de Moda Inclusiva.
Organizado pela Secretaria Dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo, o evento no Museu da Casa Brasileira reuniu cerca de 200 convidados e classificou os 20 melhores trabalhos de moda inclusiva de estudantes e estilistas. Os três primeiros lugares foram premiados com tecido para a confecção de roupas.
A secretária de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Linamara Rizzo Battistella, destacou a importância do vestuário. "É inquestionável, na medida em que expõe a dignidade da pessoa", afirmou. As peças usadas pelos cadeirantes apresentavam recursos para facilitar a colocação e retirada, já aquelas desenvolvidas para pessoas com deficiência visual continham etiquetas em braile com sua breve descrição.
Para Ersea, é muito difícil para uma pessoa com deficiência visual ou física trabalhar como modelo profissional, mas foi divertida a brincadeira e louvável a iniciativa de incentivar a moda inclusiva. "Para nós, ter uma etiqueta em braile com a descrição e cor da peça é fundamental para a autonomia".
Ersea é técnica de vendas do SP Turismo como e acredita que esta função lhe cabe melhor. Mas, o momento do desfile foi de grande emoção, porque foi uma demonstração do quanto a sociedade está avançando na inclusão das pessoas com deficiência. Ao final do evento, Linamara apresentou os recursos de acessibilidade disponíveis no evento a todos os presentes.
O destaque ficou para a cabine de audiodescrição, ao fundo da platéia, que mantinha os cegos presentes cientes de tudo o que estava acontecendo, como os detalhes das roupas do desfile. O evento também contou com intérprete de Libras e a passarela contou com recurso de piso tátil direcional. O primeiro lugar do Concurso ficou com Amanda Alves dos Santos, o segundo com Vitória Cuervo de Azevedo Moura e o terceiro com Adriana Silva.






21 de set de 2011

Visita no PróVisão




Hoje estive no PróVisão em um evento muito legal de esporte e cultura em comemoração ao dia nacional de luta das pessoas com deficiência, parabéns a todos os funcionários da entidade pelo lindo trabalho. 

    São Paulo lá vou eu.

    Ir pra São Paulo as 7 horas da noite mesmo já tendo ido de manha tem suas vantagens , olha que Por do Sol lindo.

    17 de set de 2011

    Alckmin inaugura Centro de Reabilitação Lucy Montoro em São José dos Campos

    Com capacidade para nove mil atendimentos por mês, unidade recebeu investimento de R$ 5 milhões do governo do Estado de SP
    O governador Geraldo Alckmin inaugurou neste sábado, dia 17, o Centro de Reabilitação Lucy Montoro de São José dos Campos, ligado à Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência. Com investimento de R$ 5 milhões do governo de SP, unidade terá capacidade para nove mil atendimentos por mês.

    "A Rede Lucy Montoro já começa a funcionar imediatamente com nove áreas para atendimento à população. Pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida. Tudo de graça, atendendo São José dos Campos e as cidades ao entorno. Aqui vamos ter também um centro de formação de recursos humanos, vai ter residência, vai ter estágio, vai ter capacitação para profissionais da nossa região", afirmou o governador Geraldo Alckmin.

    O Centro de Reabilitação Lucy Montoro de São José dos Campos (CRLM - SJC) é uma unidade de atendimento ambulatorial que irá oferecer reabilitação às pessoas com deficiência ou doenças potencialmente incapacitantes através de uma equipe multidisciplinar, composta por médicos fisiatras, enfermeiros, fisioterapeutas, psicólogos, terapeutas ocupacionais, fonoaudiólogos, assistentes sociais e outros profissionais especializados em reabilitação.

    Construído em uma área de 2.092 me², o CRLM - SJC terá capacidade para nove mil atendimentos por mês. Referência em atendimento, ensino e pesquisa, a unidade fará dispensa de órteses, próteses e meios auxiliares de locomoção para os 39 municípios que compõem os Departamentos Regionais de Saúde (DRS) de Taubaté.

    A unidade deverá participar intensamente dos programas de residência médica, aprimoramento, estágios e atividades relacionadas ao desenvolvimento de pesquisas científicas. Além disso, viabilizará cursos para cuidadores abertos à comunidade e realizará palestras para orientação de pacientes, cuidadores e familiares.

    FONTE: Governo de São Paulo

    15 de set de 2011

    Presidente do CEAPcD participa do Seminário Todos Pelos Direitos

    No ultimo dia 13 de setembro o presidente do Conselho Estadual para Assuntos da Pessoa com Deficiência de São Paulo, Wanderley Merques de Assis participou do Seminário Todos Pelos Direitos: Deficiência Intelectual, Cidadania e Combate à Violência que aconteceu no Complexo Memorial da América Latina (Av. Auro Soares de Moura Andrade, 564, Portão10 - SP, um evento realizado pela
    A Apae de São Paulo.




    Fotos: Zézinho Zanzini

    14 de set de 2011

    Nova unidade da Rede Lucy Montoro será inaugurada neste sábado, dia 17 em São José dos Campos.

    Imagens: Frente da nova unidade Lucy Montoro construída em São José dos Campos

     Nova unidade da Rede Lucy Montoro será inaugurada neste sábado, dia 17
      
    Neste sábado, 17 de setembro, o Estado de São Paulo vai receber mais um Centro da Rede de Reabilitação Lucy Montoro, na cidade de São José dos Campos. O evento contará com a presença da Dra. Linamara Rizzo Battistella e do Governador Geraldo Alckmin.

    A unidade será inaugurada às 11h, na Rua Saigiro Nakamura, 600 - Vila Industrial, São José dos Campos, SP.

    Compareçam!!

    12 de set de 2011

    Cartilhas esclarecem sobre isenção de veículo, habilitação e atendimento a pessoas com deficiência

    A Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência oferece duas cartilhas voltadas a interesses específicos de pessoas com deficiência. Uma delas é "CARTILHA DE ORIENTAÇÃO PARA ISENÇÃO DE IMPOSTOS E HABILITAÇÃO DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA".
    Esta publicação é um guia que aborda a relação da pessoa com deficiência com o carro. Permite a ela deslocar-se com independência nas cidades e estradas - como motorista, ou facilitada pela condução de familiares no caso de estar impedida de dirigir por causa de sua condição.
    "A visibilidade social das pessoas com deficiência é um dos fatores essenciais para a sua inclusão. No trânsito dos grandes centros urbanos, ela pode ser também um fator de diminuição da agressividade na forma de dirigir e de humanização das relações entre motoristas", destaca sua introdução. 
    Com este Guia, a Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência oferece a sua contribuição para desenhar um "trânsito cidadão".
    A outra publicação é a "CARTILHA DE ORIENTAÇÃO PARA O ATENDIMENTO À PESSOA COM DEFICIÊNCIA". É dirigida a todos os profissionais que trabalham em estabelecimentos localizados ao longo das rodovias do Estado de São Paulo. E também aos proprietários de postos de abastecimento de combustível e serviços como borracharia e autoelétrico, restaurantes, shopping centers, áreas de diversão, lazer e  demais negócios que se desenvolvem nos roteiros que ligam a capital às cidades do interior.
    Foi desenvolvida com o objetivo de levar orientação especializada para atendimento de pessoas com deficiência que viajam nesses roteiros - como passageiros ou condutores de automóveis adaptados (para permitir a dirigibilidade em segurança de motoristas que também possuem deficiências). Há informações sobre tipos de deficiência, fatores de ocorrência, estatísticas e legislação de proteção aos direitos das pessoas com deficiência. Continue e faça o Download da cartilha.

    Site da Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência divulga participação do presidente do CEAPcD na Caravana da Inclusão em Catanduva.

    A 2ª Caravana da Inclusão, Acessibilidade e Cidadania esteve em Catanduva, no sábado, dia 10/9.

    Cidade debateu os direitos da pessoa com deficiência
    Aconteceu nesse sábado, 10 de setembro, na cidade de Catanduva, a 2° Caravana da Inclusão, Acessibilidade e Cidadania. O evento contou com a participação do coordenador da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Cid Torquato, e do Assessor Parlamentar da mesma Secretaria, Carlos Cruz. Também estiveram presentes o prefeito Afonso Machione, o vice-prefeito Roberto Cacciari, e Wanderley Marques de Assis,  presidente do Conselho Estadual para Assuntos da Pessoa com Deficiência,  entre outras personalidades.
    A Caravana contou com o coral municipal da cidade de Catanduva que é composto por pessoas com  deficiência, e representantes de mais de 30 municípios, somando cerca de 300 participantes que marcaram presença nas palestras do evento.
    A presidente da Câmara de Ibirá, Sonia Belochi, participou levando 15 representantes de instituições que cuidam de pessoas com deficiência, assim como professoras que foram conhecer os projetos de inclusão na Educação.
    SOBRE A CARAVANA
    Entre julho e dezembro de 2011, a Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, em parceria com a União de Vereadores do Estado de São Paulo (UVESP), Rede Lucy Montoro e com o apoio do Conselho Estadual para Assuntos da Pessoa com Deficiência (CEAPcD), realiza a 2ª Caravana da Inclusão, Acessibilidade e Cidadania.
    A Caravana tem o objetivo de mobilizar e conscientizar a sociedade para a necessidade de implementar e consolidar políticas públicas que contemplem os direitos das pessoas com deficiência.
    Segundo estimativas atuais, no Estado de São Paulo há cerca de 5 milhões de pessoas com deficiência, mais de 26  milhões no Brasil, que exigem condições específicas para o pleno exercício de sua cidadania.

    Os encontros abordam temas fundamentais para a plena inclusão da pessoa com deficiência, com destaque para: Educação Inclusiva, Trabalho e Renda, Ações e Programas Prioritários da Secretaria, Direitos  e Cidadania da Pessoa com Deficiência, entre outros.

    A Caravana tem como publicoalvo: prefeitos, vice-prefeitos, vereadores, autoridades municipais, gestores públicos, pessoas com deficiência, familiares e representantes da sociedade civil em todos os Municípios do Estado de São Paulo.
    As palestras são ministradas por especialistas da área, representantes da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, entre outros. A coordenação geral dos encontros é do Assessor Político Carlos Alberto Cruz Filho.
    A Caravana é aberta a todos, as inscrições são gratuitas e podem ser realizadas na abertura de cada  evento.
    Confira, abaixo, as cidades por onde percorre a Caravana da Inclusão, Acessibilidade e Cidadania:

    30/07    PIRACICABA
    13/08    OLÍMPIA
    27/08    MOGI DAS CRUZES
    10/09    CATANDUVA
    24/09    LENCÓIS PAULISTA
    08/10    ASSIS
    22/10    ITAPETININGA
    12/11    ARARAQUARA
    26/11    PARIQUERA AÇÚ
    10/12    SÃO PAULO (CAPITAL)

    Veja no site da Secretaria.

    Presidente do Conselho Estadual para Assuntos das Pessoas com Deficiência participa da Caravana da inclusão em Catanduva.

    O Presidente do CEAPCD, Wanderley Marques de Assis ( eu ) participou da Caravana da Inclusão que aconteceu em Catanduva dia 10 de Setembro de 2011.

    Abaixo segue matéria do site da UVESP

    Catanduva debate com sucesso os direitos das pessoas com deficiência

    A presença do coral municipal composto por pessoas com  algum tipo de deficiência, o público alvo e mais de 30 municípios representados, deram o tom exitoso da caravana da inclusão, acessibilidade e cidadania realizado em Catanduva, no último dia 10 de setembro. Mais de 300 pessoas participaram desde às 9hs até o final. O promotor público estadual, Carlos Otuski, da vara da inclusão, educação e direitos das pessoas, elogiou a iniciativa. “A Uvesp e a Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência estão de parabéns. Essa é a promoção ímpar, que nos estimula levando-nos a certeza que estamos no caminho certo”.
    Tanto o promotor paulista quanto o Dr. Luciano Michelão, procurador regional do Ministério Público Federal, ficaram até o final, inclusive respondendo perguntas, consultas e outros apelos do público alvo da secretaria.
    Participaram do evento: prefeito Afonso Machione, o vice-prefeito Roberto Cacciari, Cid Torquatto, representando a Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência, deputado estadual Itamar Borges, a prefeita de Pindorama Maria Inês Miyada, presidente da Câmara de Catanduva, Daniel Palmeira de Lima, o presidente da ACAMURCA – Associação das Câmaras Municipais da Região de Catanduva, Marquinhos Ferreira, presidente do Conselho Estadual para Assuntos da Pessoa com Deficiência, Wanderley Marques de Assis, Paulo de Tarso Marques, delegado regional do Creci, Fernando Prudente, representando o CIEE – Centro de Integração Empresa Escola, Marinalva Cruz, Coordenadora do Programa de Apoio à Pessoa com Deficiência, da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho , Francisco Rodrigues Neto, coordenador de inclusão social da Prefeitura de Catanduva.
    A presidente da Câmara de Ibirá, Sonia Beolchi participou do evento com uma caravana de 15 representantes de instituições que cuidam de pessoas com deficiência, assim como professoras que foram conhecer os projetos de inclusão na educação.
    O Dr. Luciano Michelão, procurador regional do trabalho, disse que é intensa a fiscalização da procuradoria de São José do Rio Preto, em 109 municípios com relação à lei de cotas. Cumprimentou a iniciativa, dizendo que eventos como esses ajudam na conscientização da empresas e da sociedade.
    Marinalva Cruz destacou os projetos da Secretaria de Emprego e Relações do Trabalho, confirmando que 11.500 pessoas foram empregadas até agora desde que nasceu o projeto, mas frisou: “Ainda é pouco, mas essa parceria nos ajudará a conquistar mais espaços para quem precisa. Essa é a determinação do Governo do Estado, através da nossa pastas”.
    Carlos Otuski e a dirigente regional da Educação, Magda Bordini, estiveram juntos no painel sobre educação inclusiva. O primeiro garantindo a fiscalização e orientação às escolas e a dirigente, destacando o que faz a regional de Catanduva: “Há a criação de condições administrativas tais como: sensibilização da escola como um todo para receber os alunos com necessidades educacionais especiais, capacitação de professores especialistas em Educação Especial, professores coordenadores das escolas, contratação de professores interlocutores, adequações dos espaços escolares, entre outros.
    Como case de sucesso foi apresentado pelo professor da USP de Ribeirão Preto, Marcelo Riberto, o trabalho feito em São José do Rio Preto, principalmente na questão do transporte público, Ele lembrou que “não adianta termos ônibus acessíveis se o motorista não sabe baixar a rampa”.
    Cid Torquatto e Carlos Cruz demonstraram os serviços prestados pela secretaria para que se torne realidade o mundo igualitário almejado pela Dra. Linamara Rizzo Battistella.
    Ao final do encontro, a diretoria da Uvesp reuniu-se com os vereadores dos trinta municípios representados para analisar a divulgação dos ante-projetos de iniciativa do legislativo para que essa inclusão seja realidade.
    O próximo seminário da Caravana acontece no dia 24 de Setembro em Lençóis Paulista. Acesse o blog da Caravana e veja a programação – www.blogdainclusaosocial.com.br

    Veja estas postagens.

    Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...