28 de jan de 2011

MP denuncia delegado que agrediu cadeirante no interior de São Paulo


O MP-SP (Ministério Público de São Paulo) ofereceu denúncia nesta quinta-feira (27/1) contra o delegado da Polícia Civil que agrediu um cadeirante em São José dos Campos (SP).
O delegado Damásio Marino é acusado de cometer os crimes de injúria, ameaça e lesão corporal dolosa, agravados pelo abuso de autoridade e violação de dever inerente ao cargo. A denúncia, feita pela Promotoria de São José dos Campos, foi oferecida ao juiz da 4ª Vara Criminal da cidade.
No dia 17 de janeiro, o delegado ocupou uma vaga destinada a pessoas portadoras de necessidades especiais no estacionamento de um cartório. O cadeirante Anatole Magalhães Macedo Morandini então chamou sua atenção, alegando que ele não poderia usar a vaga.
Discussão
Segundo o MP-SP, o delegado injuriou Anatole, ameaçou-o de morte apontando uma arma para sua cabeça, e o agrediu com golpes na cabeça e no rosto. As agressões verbais e físicas só foram interrompidas por intervenção de uma testemunha, que gritou e avisou Marino de que havia anotado a placa do seu carro. O delegado, que estava acompanhado pela esposa, fugiu e o cadeirante foi socorrido por pessoas que estavam no local.
O delegado admitiu ter dado dois tapas no cadeirante, após ter recebido uma cusparada no rosto, mas negou ter utilizado sua arma para dar coronhadas em Anatole. Em sua defesa, o delegado disse ainda que sua esposa, grávida de quatro meses, chegou a ter um sangramento uterino causado por stress depois do acontecimento.

26 de jan de 2011

Brasileiros se destacam no Mundial de Para-Atletismo

No quinto dia de competição, o Brasil terminou em quarto lugar: oito ouros, seis pratas e seis bronzes. O velocista Yohansson do Nascimento conquistou o ouro nos 100 metros.

 

21 de jan de 2011

Comentei em Blog sobre o Cadeirante que foi agredido pelo Delegado

O Blog REFLEXÃO SOBRE RODAS postou sobre o polêmico caso do cadeirante que foi agredido por um delegado em São José dos Campos e eu comentei a postagem.

Wanderley Marques de Assis (wanderley@pessoacomdeficiencia.com) em 21/01/2011 - 19:56
Daniel, com exceção deste ou desta Eli que alias na minha opinião não deveria nem ser postado seu comentário, não pelo que ele escreveu porque eu respeito todas as opiniões por mais FDP que elas sejam mais sempre lembrando que quem fala o que quer tem que aguentar as consequencias, acho que o comentário deste individuo não deveria ser postado porque esta anonimo, certamente é tão covarde quanto o delegado que não perdeu a oportunidade de humilher alguém ( imagina o que este delegado deve fazer se pegar alguem de quebrada ? ), bom, como eu dizia com exceção de comentários anonimos percebo que os leitores do seu blog são pessoas coerentes e formadoras de opinião, parabéns Daniel e continue aproveitando o espaço que vc tem pra divulgar, fomentar, difundir, compartilhar informações uteis para as pessoas com deficiência.OBS: Vi alguém desejando que este tal de ELI tenha um filho cadeirante, é muita maudade desejar isso, ninguém merece ter um pai assim.

19 de jan de 2011

Atitude de autoridade contra motorista que para em vagas de pessoa com deficiência.

O cadeirante Adriano Almeida estacionou o seu carro em uma vaga reservada pra pessoas com deficiência e quando retornou constatou que seu veiculo estava bloqueado como forma de punição por não tem nenhuma identificação de que se tratava de um carro de pessoas com deficiência.
Feliz da vida por ver que as coisas tendem a mudar pra melhor ele procurou quem de direito pra resolver o ocorrido e postou uma foto com o fato na sua página do Face Book.
Nós pedimos autorização ao Adriano para postar sua foto aqui no Blog e ele gentilmente permitiu.

Humberto Lippo toma posse como secretário nacional de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência.

HUMBERTO LIPPO TOMA POSSE COMO SECRETÁRIO NACIONAL DE PROMOÇÃO DOS DIREITOS DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA

Tomou posse na noite de ontem (12) o novo secretário nacional de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Humberto Lippo, da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR). A cerimônia foi realizada no auditório da SDH, em Brasília (DF) e contou com a participação de gestores setoriais, representantes de associações e federações de pessoas com deficiência, organismos internacionais, membros da equipe da SDH e conselheiros do Conade.
“Temos dois desafios fundamentais: transformar a Constituição de 88 em vida real para os brasileiros e brasileiras em todo o território nacional e fazer cumprir a Convenção da ONU sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência”, declarou a ministra Maria do Rosário. Na avaliação dela, é necessário dar continuidade às ações. “Cada governo traz novos desafios, e sei que podemos contar com o Conade (Conselho Nacional da Pessoa com Deficiência) nessa articulação”, afirmou.
A ministra agradeceu, em nome de todos os que já foram titulares da pasta Direitos Humanos, a doutora Izabel Maior, secretária nacional que deixou o cargo e toda a equipe que atuou ao seu lado durante oito anos. “Todos nós aprendemos com as pessoas com deficiência a não ter limites, a nos superar; a condição humana é uma condição de superação”, afirmou Maria do Rosário, que concluiu seu discurso afirmando ter total confiança em Humberto Lippo. “Há anos observo e admiro seu trabalho. Tenho certeza de que vamos juntos cumprir a legislação brasileira e ultrapassar as metas estabelecidas”.
“Temos, com a estrutura deixada, condições de alçar vôos ainda mais altos”, afirmou Lippo em seu discurso. Segundo ele, a inclusão é uma questão de desenvolvimento para o país e deve estar na pauta de discussão de forma permanente.
“Recebo esta responsabilidade e peço um voto de confiança: tenho certeza de que vamos dar conta do recado”, concluiu.
Humberto é sociólogo, professor e coordenou o Comitê de Acessibilidade da Universidade Luterana do Brasil (Ulbra). Foi secretário do Instituto de Pesquisa e Acessibilidade (Ipesa), presidente da Fundação de Articulação e Desenvolvimento de Políticas Públicas para PPDs e PPAHs no Rio Grande do Sul (Faders) e coordenador de Direitos Humanos da Prefeitura de Porto Alegre (RS).
“Foram 8 anos e três meses de muito aprendizado e conquistas, mas não tenho dúvida de que é possível e necessário avançar ainda mais”, afirmou Izabel Maior em seu discurso de despedida. Na avaliação dela, o Brasil de hoje é conhecido e reconhecido no mundo como país que respeita os direitos e a dignidade das pessoas com deficiência. “Podem contar com meu apoio e parceria; desejo sorte e força nas lutas do dia-a-dia”, concluiu Izabel.
Izabel é médica e professora da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), foi a primeira pessoa com deficiência a coordenar a Política Nacional de Inclusão das Pessoas com Deficiência no Brasil.
 
Desejamos ao Humberto toda a sorte e sabedoria para conduzir os trabalhos sempre em prol daqueles que realmente precisam.
Bog pessoacomdeficiencia.

15 de jan de 2011

Site de Rádio divulga um vídeo nosso.


Site da Rádio Alcance FM divulgou em sua página de vídeos um que eu fiz pra mostrar a acessibilidade na praia da baleia em São Sebastião - SP


Valeu galera da Rádio Alcance FM

Joseense é campeão paraolímpico da Copa América de Ciclismo.

 
Joseense é campeão paraolímpico da Copa América de Ciclismo

O atleta paraolímpico Fernando Aranha venceu a primeira prova de Hand Cycle da Copa América de Ciclismo, disputada no último domingo (9), em Interlagos, São Paulo (SP). Além de Fernando, os atletas Evandro Bonochi e Josimar Sena representaram o Clube de Ciclismo de São José dos Campos na competição.

No final de 2010, Fernando Aranha também subiu ao ponto mais alto do pódio da Corrida de São Silvestre, conquistando assim seu quinto título da prova. O atleta vem se preparando em competições nacionais e internacionais visando alcançar resultados que o levem às Olimpíadas.

A Prefeitura de São José dos Campos apoia 38 atletas de modalidades individuais e 16 equipes que são patrocinados por empresas parceiras por meio da Lei de Incentivo Fiscal (LIF) para participar de competições nacionais e internacionais.
 

5 de jan de 2011

CNH PARA DEFICIENTES FÍSICOS

CNH PARA DEFICIENTES FÍSICOS
Confira aqui quais são os procedimentos necessários para a obtenção da Carteira de Habilitação Especial

20.03.2007


Na cidade de São Paulo, apenas no ano de 2006, aproximadamente 51 mil pessoas obtiveram Carteira Nacional de Habilitação Especial, um documento que facilita a locomoção de pessoas com algum tipo de deficiência.
A Carteira Nacional de Habilitação (CNH) pode ser adquirida por qualquer pessoa que consiga passar nos exames necessários. Inclusive o candidato portador de algum tipo de limitação física, que não interfira na capacidade de dirigir, pode conduzir normalmente, desde que o veículo seja adaptado.
“As pessoas com deficiência normalmente não sabem dos benefícios que podem ter. Eu tirei uma carteira que constata minha situação e faço minhas atividades com comodidade”, conta Olívia Sanches, 35 anos, que perdeu o movimento de uma das pernas devido a um acidente automobilístico, mas que dirige normalmente pela cidade.
Segundo Maria Luisa de Silva Aguiar, responsável pelo setor de Habilitação Especial do DETRAN-SP, os problemas variam muito. “Tem desde pessoas com paralisia, membros amputados, pessoas de idade mais avançada com problemas nas articulações, até vítimas de câncer de mama, por exemplo, que tiveram o seio retirado e o médico recomenda que não se faça esforço excessivo para que nódulos não reapareçam”.
PROCEDIMENTOS
Para requerer a CHN Especial é necessário ter 18 anos completos, ser alfabetizado, apresentar original e cópia do RG e CPF, cópia do comprovante de residência e uma foto 3x4 colorida com fundo branco. A única diferença em relação à obtenção da carteira de habilitação normal é uma junta de médicos que examina a extensão da deficiência e desenvoltura do candidato.
Providenciados os documentos necessários, o solicitante deve procurar uma clínica credenciada autorizada a realizar o exame médico e psicotécnico especial para deficientes (lista disponível em www.detran.sp.gov - Endereços – Clínicas). De posse do resultado do exame médico, fazer a matrícula em um Centro de Formação de Condutores (CFC) credenciado e realizar o exame teórico no DETRAN.
Para a realização do exame prático, procure uma auto-escola ou CFC que possua o veículo adaptado para o tipo de deficiência constatada (lista disponível em www.detran.sp.gov.br - Endereços – C.F.C.). Nessa fase do processo, o candidato recebe orientação e treinamento adequados. Os exames práticos podem ser feitos as terças e quintas, às 14h, na Av. Aricanduva, 5555 – Aricanduva, atrás do Shopping Aricanduva.
Antes do exame prático, o carro é vistoriado por um médico perito que checa se as adaptações estão de acordo com a deficiência constatada. Na CHN Especial está especificada a adaptação necessária para que o deficiente dirija em segurança.
ALTERAÇÃO NA CHN
A maioria das carteiras especiais emitidas não está em sua primeira via. O que mais acontece são pessoas que já possuem habilitação que são acometidas posteriormente por algum tipo de deficiência. Em casos como esse é necessário que o condutor faça o mais rápido possível a alteração de sua CNH.
O processo exige um novo exame médico e prático que irá avaliar se o motorista é apto a dirigir nesta nova situação. O deficiente que circula com a carteira desatualizada pode ser multado, responder criminalmente por acidentes e ter sua carteira de habilitação apreendida.
ISENÇÃO DE TRIBUTOS
A condição de deficiente físico permite isenções de tributos na compra de veículos. Sérgio Rodrigues, 48 anos, taxista, é um dos beneficiados. “Poucas pessoas estão informadas sobre esse benefício. É uma grande facilidade para quem precisa de carro e é portador de deficiência”.
Com a CNH Especial em mãos, o condutor deve requerer em uma clínica credenciada autorizada a realizar o exame médico (lista disponível em www.detran.sp.gov - Endereços – Clínicas) a emissão de um laudo para isenção e na Delegacia da Receita Federal uma Certidão Negativa de Tributos e Contribuições Federais.
Para mais informações orientamos que o interessado procure a Delegacia da Receita Federal e a Secretaria da Fazenda.
DETRAN
Além de um setor que cuida exclusivamente da Carteira Especial de Habilitação, o DETRAN-SP possui instalações adaptadas para proporcionar atendimento eficiente aos portadores de deficiência física.

Juliana Kataoka
Assessoria de Comunicação DETRAN-SP
imprensa@detran.sp.gov.br

Fonte: www.detran.sp.gov.br/noticias/20070320.asp

Veja estas postagens.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...