14 de set de 2010

AUTISTA DESENHA CIDADES DEPOIS DE UM PASSEIO DE 20 MINUTOS

Incrível o que este artista autista faz.

Stephen Wiltshire é um artista que desenha e pinta paisagens detalhadas. Estudou Belas Artes na City & Guilds Arte College e tem um talento especial para o desenho realista, com representações precisas das cidades, às vezes, depois de ter observado apenas brevemente os locais. Seu trabalhose tornou popular em todo o mundo, nasceu em Londres no dia 24 abril de 1974 e foi diagnosticado autista com 3 anos. Ele não tinha nenhuma linguagem e viveu inteiramente em seu próprio mundo.
Com 5 anos, foi enviado para Queensmill School em Londres, onde foi constatado que o único passatempo que ele gostava era de desenho. Logo se tornou evidente que ele se comunicava com o mundo através de suas artes, que já mostravam que ele tinha um talento natural.
Aos 8 anos, Stephen começou a desenhar paisagens. Também se tornou obcecado com ilustrações de clássicos carros americanos. Ele aprendeu a falar completamente aos 9 anos e sua primeira palavra foi “papel” (paper)
Desde 1987 ele vem se destacando mundialmente, sendo tema de diversos programas de Tv, jornais, livros, documentários entre outros.
Em 2001 ele apareceu em um documentário da BBC (já havia participado de um no mesmo canal) chamado “Fragments of Genius”, (fragmentos de um gênio) pela qual ele foi filmado sobrevoando Londres a bordo de um helicóptero para depois desenhar, de memória, o que havia visto. Seu desenho incluiu 12 monumentos históricos e 200 outras estruturas, todos em escala e cheio de detalhes (mesmo número de andares dos prédios, etc).
Em maio de 2005, na sequência de um curto passeio de helicóptero sobre Tóquio , ele desenhou uma vista panorâmica detalhada da cidade em uma tela de 10 metros de comprimento. Desde então, ele foi convidado a passear e desenhar, de memoria, os locias, Roma , Hong Kong , Frankfurt , Madrid , Dubai , Jerusalém e Londres, em telas gigantes. O último desenho da série foi de New York, em 2009.
Em janeiro de 2006, foi anunciado que Stephen estava sendo nomeado pela rainha Elizabeth II como membro da Ordem do Império Britânico, em reconhecimento por seus serviços ao mundo da arte. Mais tarde naquele ano, abriu sua galeria permanente em Londres.
Recorremos ao seu próprio site para saber sua história e vale a pena acessar sua galeria e conferir o dom de Stephen. Em uma entrevista, sua irmã disse que ele guarda, de memória, tudo o que vê pelo resto da vida. Uma vez chegou a desenhar um museu que visitou com a família, 2 anos depois com todos os detalhes.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por comentar esta postagem.

Veja estas postagens.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...