2 de mar de 2012

Veja as 9 recomendações do RELATÓRIO MUNDIAL SOBRE A DEFICIÊNCIA que são voltadas a público estimado em 1 bilhão no mundo.


Relatório Mundial sobre a Deficiência apresenta nove recomendações

Recomendações internacionais são voltadas a público estimado em 1 bilhão no mundo

Lançamento da versão original foi em Nova York, na ONU, em 2011.
O Relatório Mundial sobre a Deficiência reúne informações científicas disponíveis sobre a deficiência para melhorar as vidas das pessoas com deficiência. Seu objetivo é:
■ Prover aos governos e à sociedade civil uma análise abrangente sobre a importância da deficiência e as respostas oferecidas, baseada nas melhores evidências disponíveis.
■ Recomendar ações em âmbito nacional e internacional.

RECOMENDAÇÕES DO RELATÓRIO



Ainda que muitos países já tenham começado a realizar ações para melhorar as vidas das pessoas com deficiência, ainda resta muito a ser feito. As evidências elencadas por este Relatório sugerem que muitas das barreiras enfrentadas pelas pessoas com deficiência são evitáveis e que as desvantagens associadas à deficiência podem ser superadas.

São nove as recomendações. A sua implementação requer o envolvimento de diferentes setores – saúde, educação, proteção social, trabalho, transporte, habitação – e diferentes atores – governos, organizações da sociedade civil (incluindo as organizações de pessoas com deficiência), profissionais, o setor privado, indivíduos com deficiência e suas famílias, o público em geral, o setor privado e a mídia.
É essencial que os países adequem suas ações aos seus contextos específicos. Onde os países estão limitados por restrições em seus recursos, algumas das ações prioritárias, particularmente aquelas que requerem a assistência técnica e a construção de capacidades, podem ser inclusas em um contexto de cooperação internacional.
Confira abaixo, um resumo das recomendações: FONTE
Recomendação 1: permitir o acesso a todos os sistemas e serviços regulares.  

Recomendação 2: investir em programas e serviços específicos para pessoas com deficiência. 

Recomendação 3: adotar uma estratégia e planos de ação nacionais sobre a deficiência.
Recomendação 4: envolver as pessoas com deficiência.
Recomendação 5: melhorar a capacidade dos recursos humanos.
Recomendação 6: oferecer financiamento adequado e melhorar a acessibilidade econômica.
Recomendação 7: aumentar a conscientização pública e o entendimento das deficiências
Recomendação 8: aumentar a base de dados sobre deficiência
Recomendação 9: fortalecer e apoiar a pesquisa sobre deficiência

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por comentar esta postagem.

Veja estas postagens.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...