23 de abr de 2012

Mobilidade da pessoa com deficiência nos transportes públicos é discutida em Fórum

.
Autoridades discutem cartão padrão entre ônibus, metrô e trem, e gratuidade para as pessoas com deficiência.
Secretária Dra. Linamara visita exposição "Para Todos", seguida do presidente da EMTU, Joaquim Lopes.




























A Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência realizou nesta segunda, dia 23, o Fórum Estadual de Mobilidade da Pessoa com Deficiência no Transporte Público sobre Pneus e Trilhos. 

Promovido em parceria com as Secretarias de Estado dos Transportes Metropolitanos e de Desenvolvimento Metropolitano, o Fórum teve o objetivo de estabelecer critério único para gratuidade e o cartão padrão para o acesso das pessoas com deficiência aos transportes públicos nos municípios do Estado de São Paulo.


A Secretária de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Dra. Linamara Rizzo Battistella, abriu o evento, que contou com a presença do presidente da EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos), Joaquim Lopes Rodrigues, a coordenadora do Fórum, pela Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Flavia Maria Vital, e o presidente do Conselho Estadual para Assuntos da Pessoas com Deficiência (CEAPcD), Wanderley Marques de Assis, entre outros. 


Nós estamos discutindo a questão da acessibilidade e ela vai além do direito como garantia de um transporte público acessível de qualidade, ela vai também ao encontro de uma legislação que seja um pouco mais ampla do que o direito do munícipe. O munícipe não mora e estuda e se trata no mesmo município. Ele se transporta para visitar, para ir ao atendimento médico, para trabalhar e para estudar. Portanto, o direito ao transporte vai além do transporte municipal, precisa atingir o transporte intermunicipal, precisa entender e ser entendido o transporte interestadual, e precisamos enfrentar a realidade de um estado brasileiro de dimensões continentais, onde muitas vezes o transporte não atende a necessidade das pessoas”, enfatizou a Secretária de Estado Dra. Linamara Rizzo Battistella.


A Secretária ainda argumenta que o estado de São Paulo tornou-se um exemplo em termos de acessibilidade e expôs dados. “Há 2.531 ônibus e 340 trens, com 64 estações do Metrô acessíveis.”


O Fórum reuniu também representantes das regiões metropolitanas de São Paulo, como Baixada Santista, Campinas, Vale do Paraíba, litoral Norte e do aglomerado urbano de Jundiaí. Após sua abertura as autoridades inauguraram a Exposição “Para Todos”, levada à Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência pelo Governo Federal.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por comentar esta postagem.

Veja estas postagens.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...